quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Ironia e Filosofia

Observando o mundo à nossa volta, vemos que todos somos prisioneiros: os filhos abastados vivem atrás das grades dos condomínios, cercados de seguranças; os filhos dos pobres são prisioneiros da violência nas ruas, nas sinaleiras, onde vendem bugigangas. E todos ouvem falar que a Sociedade Moderna é aquela que melhor realizou o ideal de liberdade defendido há duzentos e dezesseis anos pela Revolução Francesa.

Rebeliões em presídios São Paulo em Março de 2006. www.estadao. com.br

Violência da polícia contra acampamento do MST em Getulina/SP em 1993.

Responda: 1. Como se pode entender neste contexto a afirmação da liberdade? 2. Não é irônico que aqueles que se dizem livres por ter atingido o ideal de liberdade proposto pela sociedade capitalista sejam também prisioneiros do medo e da violência? 3. O que podemos aprender com esta situação?

41 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  31. 1-Pode-se entender que o conceito de liberdade que temos hoje é somente psicológico , pois na prática somos eternos prisioneiros de uma forma ou de outra , prisioneiros do mundo a nossas volta,todos sem exeções somos prisioneiros da violência,ou seja se você não pode sair de casa e dar um passei na rua com tranqüilidade , a sua liberdade está sendo reprimida ..
    2-É irônico por que , mesmo aquelas pessoas que tem uma condição financeira boa ou estável (O ideal proposto pelo capitalismo ),podendo fazer o que "querem", são privilegiados porém estão morando em condomínios cercados por "segurança", amecer da mesma violência e se tornam ,prisioneiros de em suas próprias casas ..
    3-A liberdade é idealizada e não concretizada. A sociedade oferece um ideal de liberdade que é inatingível, porque na própria sociedade há meios que nos aprisionam , seja ele qual for .

    Karolin Fortuna Lima , 3º ano '01'

    ResponderExcluir
  32. 1°A noção de liberdade se entende neste sobre o ponto de vista de ir e vim quando se deseja.Muito embora somos todos prisioneiros da violência,da falta de informação e da ignorância que permeia a sociedade, ainda assim podemos dentro das regras ir e vim quando quisermos,escolhermos e decidimos .

    2°Com certeza é irônico, por que qual a pessoa que se sente livre por está cercada de seguranças, de cerca elétrica, de muros? Quem é a pessoas que vai se sentir livre, quando andar por aí pra desfrutar dessa tal liberdade, sabendo que pode correr risco de vida mesmo com todo dinheiro do mundo?

    3° Que mesmo afirmando que a sociedade vive com a tão sonhada liberdade, ela, de certo modo, ainda é idealizada, por que a própria sociedade nós mantém como reféns de uma maneira ou de outra.

    Débora Oliveira Silva Santos
    3° 01 - matutino

    ResponderExcluir
  33. 1- Nesse contexto, a liberdade nao existe por que as pessoas são prisioneiras e a liberdade na minha opinião é ser livre para o que queremos fazer e o que achamos certo.
    2- Sim, uma pessoa não está livre com seguranças,cerca elétrica,etc a pessoa quer ser livre andando pra todos os lugares que tem vontade, sair de casa.
    3- Que a sociedade quer liberdade para pensar, se expressar mais hoje em dia somos prisioneiros de tal situção onde convivemos como a violencia por exemplo.

    Aluna- Cariele dos Reis 3 ano 01 matutino

    ResponderExcluir
  34. Sarah Elísia Lima- 3º01- Matutino.
    Respostas -

    1.De acordo com o texto a liberdade é ser prisioneiro de nossos atos.
    2.Na verdade, não existe nada de irônico nisto, pois para eles o jeito que eles encontraram a liberdade foi do jeito próprio de cada um e o seu ideal de liberdade. E este medo e violência são só as consequências desta liberdade encontrada.
    3.Que por mais que tentemos chegar a tão sonhada liberdade, não iremos conseguir,pois ser livre é também ser preso, então assim sabemos que a liberdade não existe de fato.

    ResponderExcluir
  35. 1°) Que tanto o rico, quanto o pobre não tem total liberdade. Porque ele sempre se torna prisioneiro de algo.

    2º) Sim. Mas apesar disso, ninguém está totalmente protegido da violência nas ruas.

    3º) Que o nosso medo e a violência nos tornam prisioneiros, não nos deixando ser livres.

    Aluna- Maiane Moreira
    Série- 2º 01 matutino

    ResponderExcluir
  36. 1° Que a liberdade "conquistada" hoje em dia pode nos aprisionar.
    2° Sim, pois lutamos tanto por uma coisa que as vezes não sabemos desfrutar.
    3° Que a liberdade também tem que ter limites e ser respeitada.

    Aluna: Samuelly Argôlo
    Série: 2° Turma: 01 Turno: matutino

    ResponderExcluir
  37. 1) Se pode entender que ela não é por inteira,já que somos prisioneiros do medo.Ficamos presos ,por temer a violencia nas ruas assim perdemos nossa liberdade.

    2)Sim, ele é irônico, pois, como alguém pode ser livre estando preso em casa? Deste modo as pessoas "livres" acabam por ser as que mais vivem prisioneiras.

    3) Aprendemos que a liberdade é algo muito relativo, já que , podemos estar presos e no entanto nos sentirmos livres.

    Mônica Brasília Silva Santos
    3° ano 01 matutino

    ResponderExcluir
  38. 1)Através do medo nos escondemos para fingir uma falsa liberdade. Isto acontece pelo fato da violência ser tão grande a ponte de vivermos trancafiados dentro de nossas próprias casas enquanto quem deveria estar preso não esta.
    2) Sim, isto é muito irônica, pois buscamos tanta segurança e acabamos vivendo dentro de uma gaiola.
    3) Aprendemos que a liberdade esta dentro de cada um de nós, depende de como consideramos nosso limite de sermos livres.

    Cecília Araújo Santos
    3°01

    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  40. 1. Como se pode entender neste contexto a afirmação da liberdade?

    2. Não é irônico que aqueles que se dizem livres por ter atingido o ideal de liberdade proposto pela sociedade capitalista sejam também prisioneiros do medo e da violência?

    3. O que podemos aprender com esta situação?

    1º) Na verdade, o que concretiza e satisfaz a real idea de liberdade ? um sentimento? um estado de espirito? um sonho?. Dizem se somos livres quando conseguimos viver satisfeitos com o que somos e o que temos, e assim seremos felizes, e livres. Mas Pela satisfação de poucos, muitos sofrem. Não há a à "liberdade", no contesto descrito, todos vivem cercados pelas deficiências, de suas escolhas, que conseguintemente as prendem em problemas, pelo próprio estado de buscar a liberdade.


    2º)O que se esta por trás do capitalismo, eh justamente, consolidar a estabilidade, limitada, da população e a partir disso os subjugarem aos propósitos, que continuamente leva a degradação do homem e a perda moral da humanidade, por exemplo como descreve a BÍBLIA SAGRADA("Nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis; pois os homens serão egoísta, avarentos, orgulhosos, vaidosos, xingadores, ingratos, desobediente aos pais, irreverentes, não amarão ao próximo, serão duros, caluniadores, sem domínio próprio, violentos, inimigos do bem, traidores, atrevidos, amarão mais os prazeres do que a Deus." (2 Timóteo 3.1-4)), pelos objetivos capitalistas disseminados pelo mundo. Acaba que ninguém se torna livre, mas servindo a ideais que nos faz estar longe de uma realidade desejada.


    3º) Nós mesmos escolhemos ser livres, soh que ocupamos o nosso tempo com tantas coisas que não são nem um pouco necessárias, que nunca achamos o caminho que procuramos.

    Serie: 2º Ano
    Turma: 03

    ResponderExcluir